Energia

Consumo de carvão não para de aumentar e faz subir emissões de CO2

Face à escassez de gás russo, incremento no consumo de carvão para produção de eletricidade é maior na União Europeia
Texto
Consumo de carvão aumenta (Foto: Olivia Zhang/ AP)
Consumo de carvão aumenta (Foto: Olivia Zhang/ AP)

A crise de fornecimento de energia que se vive um pouco por todo o mundo está a empurrar o consumo de carvão usado na produção de energia elétrica para os níveis recorde registados em 2013, provocando também um aumento do custo da matéria-prima.

Embora esta seja uma realidade que certamente agrada aos investidores em reservas de carvão, são más notícias para o ambiente no que concerne ao cumprimento das metas de redução de emissões de carbono.

Face aos constrangimentos no fornecimento de energia causados pela guerra na Ucrânia, alguns países preparam-se para armazenar carvão, o que não é acompanhado do lado da cadeia de abastecimento.

Fornecimento de carvão não acompanha procura (Foto: Mead Gruver/ AP)

O mercado começa, assim, a sofrer um estrangulamento que faz disparar os preços desta matéria-prima. Analistas de mercado preveem que esta tendência deverá manter-se até 2023.

Segundo a CNBC, o preço do carvão mineral utilizado para a produção de energia elétrica aumentou cerca de 170% desde o final de 2021, tendo subido acentuadamente após o início da guerra na Ucrânia.

Quanto aos dados de consumo, de acordo com a Agência Internacional de Energia (AIE) deverá aumentar 0,7% em 2022 a nível global, sendo que no próximo ano é de prever um novo máximo histórico.

O aumento do consumo de carvão é particularmente acentuado na União Europeia, tendo em conta a escassez de gás provocada pelo bloqueio à Rússia. Segundo a AIE, depois de em 2021 já ter havido um aumento de 14% no consumo, este ano a tendência de subida irá manter-se, com um incremento de 7%.

Num relatório recentemente divulgado, a AIE adverte que a atual corrida ao carvão “contribuiu significativamente para o maior aumento anual de sempre das emissões globais de CO2 relacionadas com a produção de energia, colocando-as no nível mais elevado da história”.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
TAP encomenda dezenas de BMW enquanto recebe dinheiro do estado
Benfica vs PSG condiciona trânsito em Lisboa. Vê aqui tudo
Comboio de alta velocidade a hidrogénio arranca em Espanha em 2023