Energia

Como é composta uma bateria para veículos elétricos? A Seat explica

Dos minerais aos módulos, passando pelos elétrodos e células. As baterias são um conjunto de elementos ligados entre si

A bateria é provavelmente o elemento mais importante de qualquer veículo elétrico, já que de si depende a função de armazenamento e transmissão de energia ao motor. Mas do que é feito afinal aquele componente? Como é produzido? Um especialista do Centro de Testes de Energia da SEAT explica todos os passos da montagem de uma bateria, desde a matéria-prima até chegar ao veículo.

Lítio, níquel, manganês e cobalto são os quatro principais minerais que compõem uma bateria. Depois de extraídos, “são tratados quimicamente para se obter o material ativo cujas reações permitem que a energia seja armazenada e disponibilizada”, explica, em comunicado, Francesc Sabaté, chefe do Centro de Testes Energéticos (TCE), Centro de Investigação e Desenvolvimento de Baterias da SEAT.

A partir deste material ativo criam-se os elétrodos, que mais não são do que os elementos que armazenam a energia e que se encontram encapsulados nas células. Consideradas a unidade mínima de armazenamento de energia, estas integram o elétrodo positivo (ânodo) e o elétrodo negativo (cátodo) – responsáveis pela transferência de energia – agrupados com um separador que impede o contato entre si.

Cada célula tem uma tensão elétrica de 3,7 Volts. Considerando que são necessários cerca de 400 Volts para alimentar um automóvel elétrico, são necessárias quase 300 células ligadas em série. O conjunto de células tem a designação de módulo e a vários módulos dá-se o nome de conjunto de baterias.

Para assegurar o fluxo de energia entre os módulos e a sua comunicação com os BMCe (a eletrónica de controlo de veículos) e os CMCs (as placas eletrónicas que monitorizam o estado das células individuais) utilizam-se conectores. “Basta acrescentar o sistema de refrigeração e as caixas e temos uma bateria pronta para ser montada no veículo”, refere Francesc Sabaté.

Ainda antes da montagem nos automóveis, as baterias passam por vários testes, por forma a assegurar que estão em perfeitas condições de funcionamento. No seu TCE, a Seat realiza anualmente até 6 mil testes completos de sistemas de alta tensão, entre os quais se incluem testes climáticos com uma diferença de temperatura de 80°C.

Continuar a ler
Home
Preço dos combustíveis para a próxima semana com nova descida
E-bike analisa o nível de poluição no ar enquanto pedalas
E se fosses de balão ao espaço? Descobre aqui o preço de uma viagem de 6 horas