Energia

Este Natal o Palácio de Belém vai estar às escuras para poupar energia

Como medida de poupança energética, o Palácio de Belém anunciou que não vai ter luzes de Natal
Texto
Palácio de Belém (foto: Magro Kr/Flickr)
Palácio de Belém (foto: Magro Kr/Flickr)

A Presidência da República informou que este ano o Palácio de Belém não terá a habitual iluminação de Natal, com o objetivo de poupança de energia, devido ao aumento de custos e por razões climáticas.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, fez anunciar que esta é uma medida a adotar não só no Palácio de Belém como no Palácio da Cidadela, em Cascais.

O comunicado acrescenta que estão em vista outras medidas nos serviços da Presidência da República, que “incluem a redução da iluminação noturna para os mínimos exigidos por razões de segurança” .

Palácio da Cidadela - AWAY
Palácio da Cidadela, Cascais (Foto: Ckilger/Flickr)

Este conjunto de medidas tomadas pelo chefe de Estado tem como base “a atual situação no mercado energético, tendo como consequência aumentos de custos muito elevados quer para as famílias, quer para as empresas, que impõem redução de consumos, também por razões climáticas", pode ler-se no comunicado divulgado no site da Presidência da República.

Esta medida não é inédita em Portugal. O mês passado, Coimbra anunciou que devido à crise energética ia reduzir a iluminação ornamental na cidade, incluindo as luzes de Natal. O Porto anunciou medidas semelhantes pouco tempo depois

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Clássico Renault 5 renasce em versão elétrica e moderna
Preço dos combustíveis na próxima semana de 4 a 10 de março
Já podes carregar o teu cartão de transporte Navegante com o smartphone