Sustentabilidade

Artista Thijs Biersteker cria obra de arte “movida” a vento com o apoio da Polestar

Em destaque a importância da utilização de energias verdes, que a Polestar vê como a única forma para aproveitar todo o potencial dos veículos elétricos
Polestar com Thijs Biersteker
Polestar com Thijs Biersteker
PUB

A marca de automóveis elétricos Polestar e o artista holandês Thijs Biersteker uniram-se na criação de uma instalação dedicada às energias renováveis, que estará patente no Stedelijk Museum, em Amesterdão, até ao próximo dia 3 de novembro.

“We Harvest Wind” (“Nós colhemos o vento”, numa tradução livre) é o nome da nova instalação do artista premiado, que se dedica a despertar consciências para a importância das questões ambientais e que é famoso pelas suas instalações interativas sobre alterações climáticas, presença de plástico no oceano, poluição e natureza.

PUB

Na sua nova criação, Biersteker desafia os visitantes a controlar o vento através de ventiladores de grandes dimensões. À medida que o vento atinge a escultura, gera energia que faz com que a instalação ganhe vida.

PUB

Para a conceção da sua obra, cujo objetivo é educar os consumidores sobre a importância das energias renováveis, o artista inspirou-se no relatório “Life Cycle Assessment” recentemente publicado pela Polestar.

Com este documento, a marca sueca pretende demonstrar o impacto das emissões de CO2 provocadas pelo seu modelo Polestar 2, tendo em consideração todos os aspetos do seu ciclo de vida, desde a extração de matérias-primas, até ao fabrico e à forma como o automóvel é eliminado quando chega ao fim de vida.

PUB

O relatório demonstra que o impacto ao longo da vida útil do modelo totalmente elétrico pode ser reduzido para metade, se este for carregado com energia renovável. Tal reforça a missão da Polestar de incentivar a transparência no sector dos veículos elétricos, acreditando que esta é a única forma de alcançar um futuro sustentável e livre de emissões.

“A instalação de Biersteker faz parte de uma campanha de sensibilização mais abrangente em torno da energia verde. É um artista interessante e tem sido ótimo testemunhar como ele transformou o nosso relatório numa peça de arte. Utilizar energias verdes nos carregamentos é um fator crucial para libertar todo o potencial dos carros elétricos, no sentido de os tornar neutros para o clima”, salientou Thomas Ingenlath, CEO da Polestar.

A instalação de Thijs Biersteker é o primeiro resultado de um acordo de parceria celebrado para os próximos três anos entre a Polestar e o Stedelijk Museum.

Continuar a ler
Home
Comprar um veículo elétrico em segunda mão. Prós e contras
Preço dos combustíveis com aumento na 2ª feira
Descobre como a resiliência fará parte das smartcity do futuro