Mobilidade

Preços dos automóveis novos vão continuar a subir, garante CEO da Renault

Luca de Meo acusa os fabricantes de chips de se estarem a aproveitar da escassez deste componente, o que provoca o aumento dos preços de novos carros
Falta de chips aumenta preço dos veículos elétricos (foto: Renault)
Falta de chips aumenta preço dos veículos elétricos (foto: Renault)
PUB

A tendência é para que os preços dos automóveis novos continuem a subir nos próximos meses. O aviso é deixado por Luca de Meo, antigo diretor executivo da Seat e atual CEO da Renault, o qual atribui à falta de chips e de matérias primas essenciais para o fabrico de automóveis as principais causas que justificam o contínuo incremento dos preços.

Luca de Meo (foto: Renault)
PUB

 

Taiwan tenta resolver escassez de chips
PUB

De acordo com a análise de Luca de Meo, partilhada com o jornal espanhol Expansion, estamos perante um cenário em que os fabricantes de chips estão a tirar partido da escassez deste componente, aproveitando para subir os preços numa altura em que a procura por parte dos construtores não para de crescer.

PUB
Chips (foto: Sergei Starostin/Pexels)

Luca de Meo, que desde o ano passado comanda os destinos da Renault, não hesita na altura de apontar culpados para a escalada de preços que se tem verificado e garante que a tendência vai continuar:

Os preços [de automóveis novos] vão subir ainda mais nos próximos 12 meses.

PUB

Luca de Meo é da opinião de que serão necessários mais de dez anos para que a Europa tenha capacidade para produzir chips que possam ser competitivos face aos produzidos na Ásia, salientando que os preços dos automóveis já estão a subir à medida que os fabricantes de automóveis se concentram na construção de modelos mais caros.

Elétricos Renault (foto: Renault)

Para além da falta de chips, Luca de Meo refere que a subida de preços se deve também ao aumento dos custos do aço, do gás, da energia, do cobre e do alumínio.

Continuar a ler
Home
Cidades
Conhece aqui o vencedor do Prémio Gulbenkian para a Humanidade
Mobilidade
Vídeo: Famel regressa com mota elétrica
Sustentabilidade
Google Maps irá indicar rotas amigas do ambiente para evitar emissões de CO2