Mobilidade

Concept Aura pretende eliminar a ansiedade do carregamento

O novo Concept Car Aura pode ter a solução perfeita para diminuir a ansiedade de carregamento, através de um sistema mais eficiente
PUB

A possibilidade de ficarmos sem energia na bateria do carro e a facilidade com que podemos, ou não, encontrar um carregador disponível na zona mais conveniente ainda são dos pontos que mais nos causam uma enorme ansiedade de carregamento. Mas para um construtor inglês, a solução para este problema pode estar muito mais próxima do que pensávamos.

Através de uma parceria de empresas de tecnologia e outras relacionadas com o mundo automóvel, foi criado um novo Concept Car que nos mostra como poderão ser os automóveis elétricos num futuro próximo. O Aura é ainda um protótipo de um pequeno roadster de dois lugares com motor elétrico, mas tem autorização para circular na via pública e inclui uma interface de utilizador como poucos modelos têm no mercado.

PUB

Este novo sistema pode ser visualizado através do monitor tátil de 10 polegadas instalado na consola central, mas também através de um segundo monitor flutuante circular com cinco polegadas de diâmetro, que está montado no centro do volante. Através dele, recebemos diversas informações relacionadas com a autonomia do Aura que, ao contrário do que costuma acontecer, inclui um número mais elevado de parâmetros, com o objetivo de nos devolver o valor mais preciso que seja possível.

PUB
PUB

Além da percentagem de carga na bateria, é utilizada uma função de aprendizagem que se baseia no estilo de condução, mas também na zona onde o carro se encontra e até nas condições climatéricas em tempo real. Além disso, o facto de estar permanentemente conectado, também faz com que o sistema saiba, realmente, se um ponto de carga está disponível e que fiquem registados todos os dados relativos à condução, para que o condutor os possa conhecer quando desejar.

Com toda esta quantidade de informação, o sistema do Aura consegue avaliar qual a melhor rota até ao destino, ajustando o mapa ao longo da deslocação caso seja necessário. Se efetuar uma condução um pouco mais agressiva e num modo de condução “sprint”, o mapa ajusta-se com os pontos de carga disponíveis numa distância mais curta, mas se o ritmo for mais tranquilo e em modo “eco”, a distância percorrida será mais longa e serão indicados outros pontos de carga.

Continuar a ler
Home
Cidades
Conhece aqui o vencedor do Prémio Gulbenkian para a Humanidade
Mobilidade
Vídeo: Famel regressa com mota elétrica
Sustentabilidade
Google Maps irá indicar rotas amigas do ambiente para evitar emissões de CO2