GP de Itália: Grosjean foi desclassificado

Protesto da Renault contra a Haas teve consequências
Texto
Romain Grosjean (Reuters)
Romain Grosjean (Reuters)

Romain Gtosjean foi desclassificado do GP de Itália de Fórmula 1 devido ao fundo do seu carro não estar em conformidade com os regulamentos.

O piloto da Haas terminou no sexto lugar em Monza, mas vê-se agora na iminência de perder os oitos pontos – bem como a sua equipa – caso a decisão fique confirmada.

A decisão surge na sequência de um protesto da Renault depois da Corrida sobre a legalidade do Haas.

Os Comissários da Corrida informaram agora, segundo veicula o «Formula1.com», que «a Haas quebrou o artigo 3.7.1 dos Regulamentos Técnicos”, que respeita à nova configuração do fundo que tinha de estar em conformidade para este GP de Itália.

A Haas explicou, segundo site das F1, que tinha pedido um adiamento à FIA até ao GP de Singapura e que, sem ter tido resposta assumiu que o silêncio significava uma autorização.

Os Comissários referiram que era “obrigação” da Haas “estar em conformidade”, o que não aconteceu com Grosjean, mas sublinhando que “pelo menos outro” carro, que será o de Kevin Magnussen, "conseguiu estar em conformidade com o prazo exigido”.

A Haas já anunciou, entretanto, o recurso da decisão.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Férias à vista: estas praias portuguesas têm as águas mais limpas do país
Legumes e frutas a estragar? Vê como prolongar a sua vida e evitar que acabem no lixo
5 dicas para usares tecnologia de forma ambientalmente responsável