Mobilidade

Devo comprar um veículo elétrico, sim ou não?

A questão está cada vez mais na ordem do dia. Vamos tentar responder
Comprar um carro elétrico
Comprar um carro elétrico
PUB

Já pensaste quais os principais fatores que te podem auxiliar na decisão de comprar um veículo elétrico?

Escolhemos cinco perguntas que tens de responder antes da tomada de decisão:

PUB

Quantos quilómetros faço por dia?

PUB
  • A média ideal será entre 200 a 250 kms/semana de trabalho (aproximadamente 40 a 50 km/dia para ir/vir do trabalho). A grande maioria dos veículos elétricos já tem autonomia capaz de suportar esta distância e isso permite-te carregar apenas uma vez por semana.
PUB

Qual o tipo de trajeto que faço?

  • Os veículos elétricos são mais eficientes em cidade/estrada nacional do que em autoestrada onde os consumos energéticos são superiores. Por isso verifica se 60 a 70% do teu trajeto é urbano antes de equacionares a compra.

Onde posso carregar o veículo?

  • Se resides num apartamento tens de ter uma garagem ou box onde colocar o carregador, ter um espaço partilhado no condomínio, ou então, só te resta a possibilidade de carregar na rua. Se tens uma vivenda o melhor é adquirir uma “Wall box” privada que te permite poupar dinheiro. Também podes tentar perceber se na empresa onde trabalhas é possível carregar o teu veículo.
  • Em qualquer dos casos deves realizar uma análise da zona onde resides e da zona onde trabalhas para ter noção do número, disponibilidade e tipo de postos de carregamento.
PUB

Quanto tempo demora a carregar?

  • Pode demorar entre 10 minutos até mais de 12 horas, tudo depende do tipo de carregador e da corrente disponível. Os postos rápidos e ultrarrápidos são uma ajuda (por exemplo um ultrarrápido de 150 kW pode demorar 15 minutos a conferir 300 quilómetros de autonomia).

Custos e manutenção. O que calcular?

  • Comparativamente, os veículos elétricos (VE) ainda são mais caros do que um normal veículo de combustão (a gasolina ou Diesel). No entanto já existem várias soluções de financiamento onde o custo mensal de um VE não é muito diferente do custo de um veículo de combustão. Experimenta negociar.
  • O custo da energia deve ser visto sob várias variáveis, pois consoante o proprietário tiver tarifa simples ou bi-horária, a hora de carregamento pode trazer diferenças significativas. Se a conta a debitar for empresarial então aí ainda aumentam a diferença de custos (a favor do VE).
  • Em média poderás pagar menos de 2,5 euros por 100 km de carregamento. Na via pública é mais caro. Atualmente custa mais do dobro do que em casa. Mas, ainda assim, os carregamentos elétricos são mais acessíveis do que atestar um depósito de gasolina ou Diesel.
  • Nos primeiros anos, com ausência de óleo, correias, filtros e outros, o elétrico vence na manutenção. No entanto deve calcular o numero de anos que irá ficar com o veiculo pois poderá ter de trocar a bateria quando a mesma ficar com menos eficiência. Mas, um veiculo a Diesel também tem manutenções caras ao fim de 5 ou 6 anos… por isso, pede um plano de revisões e decide por ti próprio.
PUB

E no teu caso, juntarias mais questões? 

Se quiseres ver respondida alguma aqui não considerada, podes contactar-nos em away@mediacapital.pt

 

Continuar a ler
Home
Fantástico
Vídeo: Back to the future com Porsche Taycan e DeLorean
Mobilidade
Vídeo: Famel regressa com mota elétrica
Sustentabilidade
Google Maps irá indicar rotas amigas do ambiente para evitar emissões de CO2