Mobilidade

Será o e-Fuel a solução para reduzir as emissões da mobilidade?

Stellantis está a testar utilização de combustíveis sintéticos em veículos produzidos desde 2014
Texto
Combustível (foto: Freepik)
Combustível (foto: Freepik)

E se além dos veículos elétricos, uma das soluções para a descarbonização da mobilidade seja a utilização de combustíveis sintéticos, ou e-Fuel, em automóveis com motores de combustão interna? É esta teoria que um dos maiores grupos do setor está a testar.

A Stellantis, detentora de marcas como a Peugeot, a Fiat, a Opel e a Jeep, está a terminar os testes de utilização de e-Fuel, um combustível sintético considerado neutro em carbono por ser fabricado a partir de CO2 capturado da atmosfera e de energias renováveis, em veículos europeus já em circulação produzidos desde 2014.

Caso a solução seja viável, poderá ser aplicada em até 28 milhões de veículos do grupo e poderá reduzir a pegada de automóveis com motores de combustão interna sem que para tal seja necessário fazer qualquer substituição ou atualização do sistema de combustível.

Rapariga a atestar - AWAY
E-Fuel pode reduzir emissões de veículos com motor de combustão interna (foto: Freepik/fotomontagem AWAY)

Neste momento, a Stellantis está a testar e a validar 28 famílias de motores tanto a gasolina como Diesel, construídas desde 2014 e até 2029. O protocolo de validação inclui testes de emissões de escape, capacidade de arranque, potência do motor, resistência à fiabilidade, diluição de óleo, entre outros.

A utilização de e-Fuel nos veículos do grupo poderá reduzir até 400 milhões de toneladas de emissões de CO2 na Europa de 2025 a 2050.

O grupo automóvel está a apostar na redução de emissões e espera alcançar a neutralidade carbónica líquida até 2038. Além disso, já se comprometeu em apenas vender veículos 100% elétricos na Europa até ao final da década.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Mais uma marca chinesa em Portugal. XPeng chega já este ano
Preço dos combustíveis na próxima semana de 15 a 21 de abril
Robotáxi elétrico da Hyundai passou no exame de condução… mesmo sem condutor