Energia

Preço dos combustíveis: gasóleo desce, gasolina mantêm, no início de agosto

Mês de agosto inicia-se ainda com o preço dos combustíveis bastante aquecido, mas há alguma esperança de acalmia
Preço dos combustíveis (Foto: Horacio Villalobos/GettyImages)
Preço dos combustíveis (Foto: Horacio Villalobos/GettyImages)

O preço dos combustíveis deverá apresentar um comportamento em linha com a tendência recente, embora para a primeira semana de agosto tudo indica que será o gasóleo a descer e a gasolina a manter.

Assim, de acordo com a previsão da AWAY para o período entre o dia 1 e 7 de agosto, indicamos que o preço do gasóleo deverá ter uma descida de 2 cêntimos por litro (0,02 €/litro), ao passo que o preço da gasolina deverá manter-se sem alteração.

A previsão da AWAY já tem incorporado o desconto em sede de Imposto sobre os Produtos Petrolíferos (ISP), anunciado pelo Governo, e mantêm a não aplicação da taxa de carbono.

Tendência de preço dos combustíveis

A gasolina encetou uma descida nos últimos 2 meses e meio mas agora em agosto deverá estabilizar (dados: ENSE - Entidade Nacional para o Setor Energético)

Ainda assim, atingiu hoje, 29 de julho, o valor mais baixo (1,951 euro/litro) desde 9 de maio (1,928 €/litro), isto depois de ter atingido um pico de 2,220 euro/litro no dia 10 de junho. O preço da gasolina simples 95, de acordo com a nossa previsão deverá ficar inalterado na 2ª feira, dia 1 de agosto.

Por outro lado, e uma vez mais de acordo com a ENSE, o gasóleo apresenta hoje o valor mais baixo (1,929 €/litro) desde 6 de junho (1,874 €/litro), depois de ter atingido um pico 2,146 euro/litro a 24 de junho.

A confirmar-se a descida o preço do gasóleo simples poderá fica a 1,909 €/L na próxima segunda-feira, dia 1 de agosto

Como fazemos a nossa previsão do preço dos combustíveis

A ENSE mantêm o nível de risco no preço dos combustíveis no nível amarelo devido à manutenção da instabilidade no setor petrolífero decorrente da guerra na Ucrânia

A cotação do petróleo Brent que serve de referência à Europa abriu hoje a 103,35 dólares por barril e fechou ontem a 101,83 dólares por barril (dados Marketwatch). Esta semana chegou a comercializar nos 96,84 dólares por barril. São as matérias primas com preço a aliviar que têm ajudado na quebra de preço.

Esta previsão é realizada dia 29 de julho, e tem em conta o acompanhamento diário do mercado, evolução do preço do Brent, análise de tendência e consulta privada a fontes do setor da revenda de combustível.

Recordamos que os operadores e postos de combustível são livres de praticar o preço que desejam (apenas tem que cumprir com obrigações em temos de impostos). Por isso deverás sempre verificar na tua zona quais os melhores preços e não esquecer que há várias gasolineiras que tem preços “low cost” e outras tem acordos via cupões, cartões e outros descontos associados.

Continuar a ler
Home
E-bike analisa o nível de poluição no ar enquanto pedalas
Porsche bate Tesla e estabelece novo recorde elétrico em Nürburgring
E se fosses de balão ao espaço? Descobre aqui o preço de uma viagem de 6 horas