Energia

Petróleo negoceia abaixo dos 100 dólares por barril

Barril de Brent negoceia abaixo de 100 dólares e podem ser boas notícias para o preço dos combustíveis
Plataforma petróleo (Foto:Unsplash)
Plataforma petróleo (Foto:Unsplash)

O passado mês de junho já tinha revelado a maior descida da cotação média mensal do petróleo em oito meses. Agora em julho o preço do petróleo continua em queda, com a negociação hoje a descer abaixo dos 100 dólares por barril.

O receio de uma recessão e uma forte retração na procura de gasóleo e gasolina, provocaram uma descida no preço do barril de Brent do Mar do Norte, referência para o mercado europeu (para entregas em setembro), com a negociação hoje a ter atingido 98,59 dólares por barril, antevendo um fecho abaixo dos 100 dólares ao final do dia de hoje, 6 de julho.

A esta descida junta-se a queda do barril de petróleo de West Texas Intermediate (WTI), de referência para os Estados Unidos da América, que recuou 3,18% para 96,34 dólares por barril, o nível mais baixo desde abril.

De acordo com a Reuters, a queda do Euro face ao dólar, que pode tornar-se em paridade de cotação, aliada à depreciação do yen no japão, estão a afastar potenciais investidores da área do petróleo com receio de perdas no curto-médio prazo.

Esta forte descida do preço do petróleo, a confirmar-se até ao final da semana, deverá permitir alívios no preço dos combustíveis na próxima semana. 

Continuar a ler
Home
2022 é o ano com a segunda maior área ardida na Europa
Descobre este veículo de transporte coletivo autónomo e a hidrogénio
Colete salva-vidas de economia circular evita afogamentos