Energia

Inacreditável: Preço dos combustíveis penaliza de novo o gasóleo

Na próxima semana o gasóleo deverá voltar a subir, mas a nossa previsão indica que a gasolina até pode descer
Preço dos combustíveis
Preço dos combustíveis

Preço dos combustíveis para a próxima semana, de 20 a 26 de junho, apresenta, tal como na semana passada, uma tendência inversa. De acordo com a previsão realizada na redação da AWAY, o preço do gasóleo deverá voltar a subir entre 4 a 6 cêntimos, mas o preço da gasolina poderá descer até 3 cêntimos.

É a segunda semana consecutiva que o preço do gasóleo sobe e já lá vão 25 cêntimos de diferença em apenas um mês. Já a gasolina simples 95 subiu 21 cêntimos também em apenas 30 dias.

Esta nossa previsão apresenta um intervalo de preços, porque não inclui os valores de compensação de Imposto Sobre os Produtos Petrolíferos (ISP) que após um interregno de 15 dias voltam a sofrer “mexidas” por parte do Ministério das Finanças (deverá ser anunciado ao final do dia de hoje).

De acordo com os dados oficiais da Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG) o preço médio para o gasóleo simples era 2,04 euros/litro e para a gasolina simples 95 era de 2,169 euros/litro (dados refentes a informação recolhida ontem dia 16 de junho e cálculo da média diária praticada, em mais de 2.400 postos de combustível a nível nacional).

Desta forma, se não existir grandes alterações ao valor de compensação do ISP ou significativas mudanças na margem bruta, o preço da gasolina e gasóleo, vão continuar bem acima dos 2 euros por litro em vários postos de abastecimento.

Como fazemos a nossa previsão

Esta previsão (realizada hoje dia 17 de junho às 11h30) ainda não inclui os valores de subida ou descida do ISP que ainda não foram anunciados. Foi realizada com acompanhamento diário do mercado, evolução do preço do Brent, análise de tendência e consulta privada a fontes do setor da revenda de combustível.

A cotação do barril de petróleo Brent, no mercado de futuros em Londres, para entrega em agosto, referência ao nosso mercado, fechou ontem, quinta-feira, dia 16 de junho, nos 119,81 dólares por barril, com a semana a aliviar no preço do crude, mas, de acordo com notícias da Reuters, a registar ainda assim forte volatilidade face aos problemas na negociação nuclear com o Irão e incertezas na procura por parte do mercado chinês.

Recordamos que os operadores e postos de combustível são livres de praticar o preço que desejarem (apenas tem que cumprir com obrigações em temos de impostos).

Por isso deves sempre verificar na tua zona quais os melhores preços e não esquecer que há várias gasolineiras que tem preços “low cost” e outras têm também acordos via cupões, cartões e outros descontos associados.

Continuar a ler
Home
Radares: onde vão estar instalados os controlos de velocidade da PSP em julho
Lisboa é considerada a cidade mais feliz do mundo
Painéis solares grátis? Descobre como teres acesso