Energia

Cotação do petróleo subiu ontem quase 9% e hoje mantêm tendência de subida

Cotação do barril de Brent em Londres fechou a 106,91 dólares e esta manhã, arrancou a 107 e já negociou a 108,21 dólares/barril
Petróleo (Foto: Kamran Jebrelli/Associated Press)
Petróleo (Foto: Kamran Jebrelli/Associated Press)

A cotação do barril de petróleo Brent para entrega em maio terminou ontem, dia 17 de março, no mercado de futuros de Londres em alta de 8,91%, para os 106,91 dólares. Esta cotação é a referência para o mercado português, com compras para entregas em maio, e, tem influência direta no preço dos combustíveis.

Depois de alguns dias de descida que a afastaram dos quase 140 dólares que roçou na semana passada, a cotação do barril conheceu uma acentuada subida, mas ainda está abaixo dos 112,58 dólares com que fechou a semana passada.

No entanto já hoje, sexta-feira, dia 18 de março, o arranque da sessão de comercialização, a 107 dólares/barril mostra uma tendência, ligeira, de subida, embora a variação diária, de acordo com o Oil Price ainda esteja entre 106,65 e 109,57 dólares/barril, ou seja, próximo dos 110 dólares, mas bem abaixo dos 139,13 dólares/barril que motivaram o disparar do preço dos combustíveis nas últimas duas semanas.

De acordo com a Lusa, a tendência de descida dos últimos dias foi atribuída à constatação que a Europa não vai renunciar às importações de petróleo russo a curto prazo, aos novos confinamentos em curso na China por causa de mais um surto do novo coronavirus e ao eventual levantamento das sanções contra o petróleo iraniano.

Influência contrária foi a exercida pela evolução da invasão russa da Ucrânia e por um relatório da Agência Internacional de Energia, divulgado ontem, dia 16 de março, que receia um “choque” sobre a oferta petrolífera mundial, após as sanções aplicadas à Federação Russa.

 

Continuar a ler
Home
Novos radares em Lisboa dia 01 de junho. Sabe aqui onde estão
Cuidado com o calor. Vêm aí máximas de 35 graus!
Sabias que há cidades que podem contribuir para a tua saúde?