Energia

Combustíveis fósseis com procura recorde nos próximos anos

Agência Internacional de Energia prevê um pico na procura de todos os combustíveis fósseis
Texto
Central a carvão (foto: Catazul/ Pixabay)
Central a carvão (foto: Catazul/ Pixabay)

Combustíveis fósseis como petróleo, gás e carvão vão ter um pico recorde na procura durante os próximos anos desta década, mesmo sem ação de novas políticas climáticas.

Esta negra previsão é avançada por Fatih Birol, diretor executivo da Agência Internacional de Energia (AIE) que revela novas projeções num artigo de opinião publicado pelo Financial Times.

Esta nova perspetiva baseia-se nas novas projeções do relatório anual da AIE para 2023, que será publicado no próximo mês. Até agora, a AIE, sediada em Paris, previa que a procura global de petróleo atingisse o seu máximo antes do final da década, mas agora inclui o gás natural e o carvão.

A AIE estimava que a procura mundial de petróleo continuaria a aumentar, mas que o seu crescimento "deveria abrandar significativamente até 2028", graças ao aumento dos automóveis elétricos, segundo o seu relatório 2023 sobre este combustível fóssil, uma visão quinquenal do mercado, publicado em junho passado.

No seu anterior relatório "Perspetivas Energéticas Mundiais" para 2022, a AIE previa que "a procura mundial de petróleo recuperasse apesar dos preços elevados, atingindo um pico e estabilizando depois de 2035".

"As primeiras projeções da AIE sublinham o sucesso da legislação a favor das energias renováveis", comentam os peritos do banco RBC numa nota publicada hoje.

"Apesar disso, os responsáveis políticos ainda têm margem para acelerar a transição energética e a eliminação progressiva dos combustíveis fósseis".

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Estes painéis solares de cor terracota são discretos e quase desaparecem no telhado
Primavera sem andorinhas? Número destas aves está em declínio
Sabes como guardar sobras de conservas, abacate ou tofu?