Atualidade

Inflação: França com polícia nas gasolineiras e racionamento de combustíveis

Milhares de trabalhadores do setor petrolífero marcharam hoje em Paris contra o fraco poder de compra e aumento de inflação
Texto
Polícia nas bombas de combustível em França (Foto: Aurelien Morissard/AP)
Polícia nas bombas de combustível em França (Foto: Aurelien Morissard/AP)

Três semanas de greve nas refinarias de petróleo em França fizeram com que vários postos de abastecimento de combustível estejam a ser forçados a encerrar durante os últimos dias, sem gasolina ou gasóleo para vender.

O motivo da greve que levou à paralisação de sete refinarias e um depósito de combustível, deve-se ao protesto dos trabalhadores que protestam contra a subida da inflação (estimada em 6% pelo Governo francês), o aumento do custo de vida e degradação das condições de vida.

Posto Total Energies em Paris - AWAY
Posto da TotalEnergies em Paris encerrado (Foto: AM/AP)

De acordo com a Agência France Press (AFP), hoje domingo, 16 de outubro, milhares de trabalhadores protestaram em vários locais do país, com destaque para Paris e várias associações tem estado a pressionar o Governo francês para apresentar medidas que permitam mitigar os problemas.

O gigante energético TotalEnergies tentou na passada sexta-feira chegar a um acordo com os sindicatos e conseguiu uma acalmia em quatro refinarias, mas os trabalhadores afetos à Confederação Geral dos Trabalhadores (CGT) mantêm os protestos.

Manifestação contra a inflação - AWAY
Manifestação contra a inflação em Paris, França (Foto: AM/AP)

Por seu lado, o Governo francês já decretou requisição civil e tentou obrigar os trabalhadores a regressar à atividade, mas os protestos não pararam.

Este fim-de-semana a polícia foi mesmo obrigada a intervir em vários locais devido à greve, mas também devido à insatisfação da população e o Presidente Emmanuel Macron, debaixo de fogo de toda a sua oposição, tem por isso, neste momento, muito mais que se preocupar internamente do que em impedir a construção do gasoduto ibérico.

Filas nos postos de abastecimento - AWAY
Filas intermináveis nos postos de abastecimento (Foto: AM/AP)

De acordo com os dados revelados este sábado pela BFMTV cerca de 27,3% das estações em todo o páis estavam já no limite e na região de Paris esse número subia para os 39.9% provocando verdadeiro caos logo às primeiras horas de domingo.

A disputa nas refinarias e depósitos de combustíveis está a complicar a vida dos cidadãos franceses e de muitas empresas que nas últimas semanas têm vindo a ter problemas com vários postos a optar pelo racionamento e as empresas a verem-se obrigadas a cancelar viagens ou entregas de produtos.

Combustível em garrafas - AWAY
Cécile, enfermeira com combustível racionado em garrafas (Foto: AM/AP)

Um exemplo é partilhado pela Associated Press que falou com Cécile (foto acima), uma enfermeira no Necker Hospital que revelou ter andando de bicicleta por vários postos de combustível para contornar o racionamento de combustível e conseguir encher algumas garrafas de gasolina e assim poder ir trabalhar este domingo.

O canal France 24 noticiou já esta tarde que vários sindicatos estão a manter a greve anunciada para a próxima terça-feira com paralisações previstas em transportes públicos, comboios e algumas empresas do setor público.

(Fotos: Aurelien Morissard/Associated Press/Direitos Reservados)

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Vê onde vão estar os radares da PSP em dezembro
Portugal poderá vir a ter produção de hidrogénio verde em Gondomar
Preço dos combustíveis: Governo impede descida prevista para esta semana