Mobilidade

Greve de comboios? Trabalhadores da IP falam em nova paralisação

Se andas de comboio, prepara-te que em março poderá voltar a haver greves
Texto
Comboio da CP (foto: António Pedro Santos/Lusa)
Comboio da CP (foto: António Pedro Santos/Lusa)

Os trabalhadores de operação, comando, controlo, informação, gestão de circulação e conservação ferroviária, da Infraestruturas de Portugal (IP) ameaçam regressar às greves em março, criticando as propostas da empresa.

Em comunicado, a APROFER – Associação Sindical dos Profissionais do Comando e Controlo Ferroviário, que realizou este mês três dias de greve que cancelaram centenas de comboios, disse que acredita num regresso muito provável à greve em março e por tempo indeterminado.

A entidade explicou que depois de um primeiro acordo por concluir, a IP rejeitou fechar com a associação até setembro de 2023 um novo acordo para dar cobertura e solução a perigos profissionais ao nível de saúde física e mental, que têm levado a morte precoce e doenças incapacitantes.

No dia 4 de janeiro, a IP disse à APROFER que teria a aprovação de orçamento e que seria possível voltar às negociações, no entanto a proposta não respondia aos problemas levantados pela associação, o que fez com que a greve de 10 de janeiro não fosse desconvocada.

Comboio CP - AWAY
Comboio da CP (foto: AWAY/DR)

Sexta-feira, 12 de janeiro, a IP “apresentou cinco ‘cenários’, para a negociação salarial para 2024”, sendo que a associação destaca que “em nenhum deles consta o cumprimento dos compromissos para com a APROFER”, cita a Lusa.

“A única ferramenta que temos para nos defender é a lei portuguesa e como tal está agendado um calendário de luta que irá iniciar-.se me março”, destacou a entidade, indicando que “a metodologia das greves irá ser a da primeira semana de janeiro”.

Na sexta-feira, 12 de janeiro, também a Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (FECTRANS) criticou as propostas apresentadas pela administração da IP, fanado em “imposição” e em redução do “salário real”.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Dicas para enfrentar o frio sem gastar muito dinheiro
Um dos relógios mais sustentáveis é feito com materiais reciclados
E se pudesses comer a colher? Esta é em bolacha impressa em 3D