Mobilidade

Comboio de alta velocidade pode obrigar à demolição de 200 casas

Estudo da IP fala em investimento de mais de 224 milhões de euros em expropriações para construção da linha férrea.
Texto
TGV - imagem ilustrativa (foto: Free Nomad/Unsplash)
TGV - imagem ilustrativa (foto: Free Nomad/Unsplash)

Só para proceder às expropriações para a construção da linha férrea para o comboio de alta velocidade, o Estado poderá ter de pagar entre 224 e 425 milhões de euros e demolir mais de 200 casas. 

De acordo com um estudo prévio realizado pela Infraestruturas de Portugal (IP), há milhares de metros quadrados de solos urbanos, agrícolas, industriais e florestais que serão afetados para trazer o TGV para Portugal. Há até uma aldeia que corre o risco de desaparecer, pode ver-se na reportagem do Jornal Nacional sobre o tema.

O estudo fala em três soluções para o trecho final da linha férrea, e o preço final só será definido quando houver traçado final.

Este e muitos outros conteúdos no TVI Player.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Aproveita o calor de forma segura: 6 dicas para te protegeres do sol
Borras de café vão ser usadas para dar vida a solos lisboetas
Projeto português cria vidro que produz eletricidade a partir da luz solar