Cidades

Capitais europeias vão plantar milhares de árvores para combater o calor

Temperaturas recorde levam municípios de Londres e Paris a investir em mais sombra para mitigar alterações climáticas
Texto
Paris precisa de mais zonas de sombra (Foto: F. Mori/ AP)
Paris precisa de mais zonas de sombra (Foto: F. Mori/ AP)

As cidades de Londres e Paris têm projetos em marcha para a plantação massiva de árvores como forma de mitigar as alterações climáticas, providenciar um clima mais fresco para os cidadãos e prevenir possíveis catástrofes naturais.

Com o mês de julho a revelar-se um dos mais quentes de sempre em ambas as capitais europeias, os respetivos municípios anunciaram que vão alocar uma verba dos seus orçamentos para a plantação de uma quantidade significativa de árvores, com vista à criação de uma espécie de ilhas de frescura.

Em Londres esta questão já não é propriamente nova – desde 2016, mais de 430 mil árvores foram plantadas, a par de dois grandes parques, o que deu à cidade mais 85 hectares de novos espaços verdes. Já em Paris, aplica-se a expressão popular, casa roubada trancas à porta.

Calor aperta frente ao Palácio de Buckingham, Londres (Foto: M. Dunham/ AP)

Os habitantes da capital francesa e todos os milhares de pessoas que diariamente nela circulam têm sentido na pele, literalmente, os efeitos das temperaturas elevadas. A cidade está particularmente exposta aos efeitos nefastos do calor excessivo, muito devido à falta de árvores e, por consequência, à falta de sombra.

Segundo dados do World Cities Culture Forum, partilhados pela agência Reuters, apenas 10% da área de Paris é constituída por espaços verdes, como parques e jardins. Em Londres a percentagem sobe para 33%.

Fontes sem água na Place de la Corcorde, Paris (Foto: F. Mori/ AP)

Ainda assim, o presidente da câmara da capital inglesa, Sadiq Khan, anunciou um projeto de 3,7 milhões de euros para a plantação mais de árvores, como forma de tornar a cidade mais resiliente face às alterações climáticas.

O objetivo é dotar Londres de mais elementos verdes que possam absorver o calor – em substituição de superfícies duras que o libertam – contribuindo assim para diminuir a temperatura geral.

Paris segue a mesma tendência. O município anunciou um plano para a plantação de 170 mil árvores até 2026, com o objetivo de aumentar consideravelmente as zonas de sombra e assim tornar a cidade mais fresca.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Radares PSP. Todas as localizações para o mês de outubro
Preço dos combustíveis vai subir para a próxima semana. A nossa previsão aqui
Eletricidade e gás ficam mais caros dia 1 de outubro