Cidades

Projeto-piloto leva reciclagem a freguesia isolada de Vila Nova de Poiares

População de Lavegadas terá recolha de resíduos para reciclagem à porta de casa. Iniciativa poderá chegar a mais municípios
Reciclagem em Vila Nova de Poiares (Foto: P. Czerwinski/Unsplash)
Reciclagem em Vila Nova de Poiares (Foto: P. Czerwinski/Unsplash)

Se a população não se pode deslocar aos pontos de reciclagem, leva-se a reciclagem onde está a população. A ideia faz parte do projeto-piloto apresentado pela Empresa Intermunicipal do Ambiente do Pinhal Interior (APIN), que tem como objetivo garantir a recolha de resíduos para reciclagem à porta de casa dos habitantes de Lavegadas, freguesia rural do concelho de Vila Nova de Poiares onde não existem ecopontos.

De acordo com a Lusa, o projeto-piloto terá uma duração prevista de dois anos e inclui ainda a recolha de resíduos recicláveis na Zona Industrial de Vila Nova de Poiares e em cerca de 70 estabelecimentos comerciais do concelho. No caso da iniciativa ser bem-sucedida, João Miguel Henriques, presidente do conselho de administração da APIN, referiu que a mesma poderá ser replicada nos restantes 11 municípios que integram a empresa intermunicipal.

Depende de como decorrer neste período e se iremos conseguir eventuais apoios para o replicar. Mas como a União Europeia tem esta área como uma das suas prioridades, acredito que é possível replicá-lo em todo o território”, salientou o também presidente da Câmara de Vila Nova de Poiares, citado pela Lusa.

Lavegadas, freguesia que face à reduzida população (menos de 200 pessoas) e à distância de zonas urbanas não conta com qualquer ecoponto, é o local escolhido para o arranque da iniciativa levada a cabo pela APIN e que representa um investimento de 90 mil euros de fundos comunitários.

Entre os dias 7 e 9 de junho haverá uma ação de contacto e sensibilização junto da população, durante a qual será explicado o funcionamento do processo de reciclagem, nomeadamente a forma como é feita a separação de resíduos e a sua recolha. Desde logo serão distribuídos nove sacos (três de cada cor dos ecopontos) aos interessados em proceder à separação dos seus resíduos.

(Foto: A. Navarro/Unsplash)

Continuar a ler
Home
Conferência dos Oceanos 2022 em Lisboa até 1 de julho
Subida de água no planeta. Vê aqui este projeto de sensibilização em Copenhaga
Estão a aparecer microplásticos em gelo na Antártida