Cidades

Mangualde aposta em comunidades de produção e autoconsumo de energia verde

O concelho de Mangualde vai implementar três Comunidades de Energia Renováveis para promover utilização de fontes energéticas limpas
Texto
Mangualde
Mangualde

O Município de Mangualde anunciou que vai avançar com a criação e implementação de três Comunidades de Energia Renováveis (CER). O objetivo é implementar três CER, uma industrial, uma urbana e uma rural.

As CER, que são um conceito proposto pela União Europeia, surgem como uma nova forma de produzir e consumir energia. O sistema energético deixa de ser unidirecional – ao ser produzido por empresas para ser consumido por terceiros – e os consumidores, que antes eram passivos, passam também a produzir a energia que consomem.

Estas comunidades passam a ser responsáveis pela produção e gestão da energia que consomem e são uma forma de promover o acesso a energias verdes e mais económicas.

O primeiro CER que deverá ser criado em Mangualde será o industrial, de forma a promover o autoconsumo coletivo e partilhado entre as empresas das áreas empresarias do concelho do centro do país.

Em comunicado, o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, Marco Almeida, referiu que a criação das CER irá permitir “estimular o autoconsumo e, assim, a sustentabilidade energética das nossas empresas e famílias, baixando os custos energéticos e promovendo o acesso a fontes verdes e limpas”.

O autarca refere ainda que, graças à implementação destes mecanismos, no futuro, o acesso a fundos comunitários na área da energia será mais fácil, simplificando a transição energética.

(Fotos: Câmara Municipal de Mangualde e Vitor Oliveira/Flickr)

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Empresa portuguesa vai construir central de energia solar de 19 milhões de euros
Radares da PSP: vê onde vão estar até 31 de maio
5 formas de aproveitares as borras de café e dar-lhes uma nova vida