Energia

Apoio à instalação de carregadores em condomínios é marco na mobilidade

Portuguesa Volt-e salienta vantagens trazidas pela instalação de carregadores em regime de Detentor de Posto de Carregamento
Volt-e
Volt-e

Um marco extremamente importante enquanto resposta às atuais necessidades de mobilidade elétrica dos portugueses, é como a Volt-e vê a nova medida anunciada pelo Governo português de apoio à instalação de carregadores de veículos elétricos em condomínios, em ligação com a rede pública Mobi.E.

Para o fabricante e instalador de pontos de carregamento sediado em Braga, a comparticipação do Estado para a instalação de equipamentos de até 1800 euros (80% dos custos) por cada lugar de estacionamento, é uma excelente notícia para os utilizadores de automóveis alimentados a bateria.

Dina Araújo, Diretora Financeira e Comercial da Volt-e

Para se poder beneficiar do apoio estatal, os equipamentos terão de estar ligados à rede Mobi.E, sob o regime Detentor de Posto de Carregamento (DPC), o qual corresponde ao titular de um ponto de carregamento, situado num espaço privado, para uso próprio, ou de um número limitado de utilizadores.

Para Dina Araújo, Diretora Financeira e Comercial da Volt-e, citada em comunicado, as vantagens de um DPC num condomínio são enormes, desde logo por permitir a vários condóminos “partilharem o mesmo posto de carregamento, pagando cada um a energia consumida ao seu CEME (Comercializadores de Eletricidade para a Mobilidade) e assegurando que essa energia é retirada dos consumos do condomínio, ou ainda carregar um veículo elétrico em casa, sendo a energia paga pela entidade patronal”.

(Fotos: captura e divulgação)

Continuar a ler
Home
PIng-pong nos combustíveis. Gasolina sobe, gasóleo desce. A nossa previsão
7 conselhos para te protegeres do calor extremo
Há 41 novos radares à tua espera em Lisboa. Descobre onde