Sustentabilidade

Microsoft aposta em projeto natural de remoção de carbono

Gigante tecnológica tem gastado milhões de dólares em projetos para remover e evitar emissões de carbono
Texto
Edifício da Microsoft (foto: Tawanda Razika/Pixabay)
Edifício da Microsoft (foto: Tawanda Razika/Pixabay)

A Microsoft Corp continua a apostar na diminuição da sua pegada carbónica, tendo feito um acordo de compra de 1,6 milhões de créditos de remoção de carbono com um dos maiores projetos naturais da América Central. Não foi divulgado qual o preço pago pela empresa.

O projeto localizado no Panamá e financiado em parte pela gigante tecnológica tem 10 mil hectares e tem como objetivo remover 3,2 milhões de toneladas de carbono da atmosfera ao plantar mais de 6 milhões de árvores em áreas degradadas por gado, explica a Reuters.

Este projeto, que está a ser desenvolvido pela Ponterra, distingue-se de outros por estar a restaurar terra degradada ao fazer reflorestação, em vez de simplesmente proteger a floresta que já existe.

A biodiversidade também vai ser um foco deste projeto apoiado pela Microsoft. Além disso, uma parte das vendas de créditos de carbono vão ser entregues aos proprietários das terras e vão ser feitas doações a organizações não governamentais locais.

Atualmente, muito se tem falado sobre se estes projetos de captura de carbono são realmente eficientes e se conseguem fazer a remoção de carbono que alegam. Ainda assim, grande parte das gigantes de tecnologias a nível mundial estão a investir milhares de milhões de dólares em projetos deste estilo como parte dos seus planos de sustentabilidade.

A Microsoft comprometeu-se em atingir zero emissões de carbonos e resíduos até 2030, mas para tal será essencial adquirir créditos de carbono já que as suas emissões têm vindo a aumentar desde 2020, em grande parte devido à construção de centros de dados.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Comboios que levitam na linha? Empresa italiana está a testar tecnologia
Radares da PSP. É aqui que vão estar na semana de 24 a 30 de junho
Visita à fábrica da Nissan: sustentabilidade em destaque na produção do Qashqai