Sustentabilidade

Gulbenkian e Efanor Investimentos unem-se na gestão de floresta biodiversa

As duas empresas assinaram uma parceria que prevê um investimento de 31 milhões de euros que irá também incidir na prevenção dos riscos de incêndios
Fundação Calouste Gulbenkian e Efanor Investimentos por floresta biodiversa
Fundação Calouste Gulbenkian e Efanor Investimentos por floresta biodiversa
PUB

A Fundação Calouste Gulbenkian e a Efanor Investimentos assinaram uma parceria para a gestão florestal biodiversa e a redução do risco de incêndio nas zonas norte e centro do país, a qual prevê um investimento de 31 milhões de euros.

Ao longo dos próximos anos, as duas empresas irão arrendar terrenos naquelas zonas, o que lhes vai permitir intervir numa área de cerca de 15 mil hectares, na qual irão apostar numa gestão florestal mais eficiente, na promoção da biodiversidade e dos serviços de ecossistemas, e no elevado sequestro de carbono. São também prioridades do projeto a diversificação da paisagem e a criação de mosaicos, por oposição à floresta contínua.

PUB

Esta iniciativa, que se insere na política de sustentabilidade que ambas as organizações e que coloca a proteção do ambiente no topo das suas prioridades estratégicas, irá ainda incidir sobre a redução dos riscos de incêndios, nomeadamente através da diversificação de espécies, com maior predominância para o pinheiro-bravo, o sobreiro, o carvalho e o medronheiro, num total de 12 espécies selecionadas.

PUB
PUB

A implementação de faixas de gestão de combustível em sítios estratégicos e a vigilância regular serão também pontos a desenvolver.

Este investimento contribui ativamente para o importante compromisso assinado recentemente por 105 países na COP26, incluindo Portugal, para travar a desflorestação e deterioração do uso do solo até 2030”, sublinha Isabel Mota, presidente da Fundação Calouste Gulbenkian.

De referir que o projeto conta também com a empresa Sonae Arauco, enquanto parceiro operacional e de tecnologia.

(Fotos: Ricardo Oliveira Alves/FCG e L. Yure e P. Gilmore/Unsplash)

Continuar a ler
Home
Tão giro! O Microlino tem 230 km de autonomia e é perfeito para as cidades
Empresa chinesa quer arrancar com táxi aéreo na Europa em 2025
Este é o carregador elétrico mais rápido do mundo