Mobilidade

Eletrificados: Fiat 500X e Tipo com motorização mild hybrid de 48V em abril

Marca italiana passa a ter versões eletrificadas em toda a gama. Novos 500X Hybrid e Tipo Hybrid prometem menores consumos e emissões
Texto

A Fiat completa a oferta de versões eletrificadas em toda a sua gama com a introdução dos novos híbridos 500X Hybrid e Tipo Hybrid. Os modelos surgem agora equipados com um novo motor mild hybrid de 48V, que promete um menor consumo de combustível e redução de até 11% nas emissões.

Disponíveis nos concessionários da marca italiana a partir de abril, no nível de acabamento da série especial (RED), os dois modelos recebem a nova geração do motor FireFly, um bloco a gasolina de 1,5 litros turbo, com quatro cilindros, que produz até 130 cv de potência e um binário de 240 Nm, e o motor elétrico de 48 Volts com 15 kW. A caixa de velocidades é automática de dupla embraiagem, com 7 velocidades.

A solução híbrida que equipa os modelos 500X Hybrid e Tipo Hybrid é suportada por um motor de arranque/gerador e pelo motor elétrico que produz benefícios ao nível da eficiência e da dinâmica. De acordo com a Fiat, uma vez que o motor elétrico permite desligar o motor a gasolina, este pode permanecer inativo em até 47% do tempo, sendo que no ciclo urbano esse valor pode subir para 62%.

Segundo o construtor, uma das principais vantagens das versões mild hybrid é o consumo mais reduzido em ciclo urbano, face aos blocos 1.6 a gasóleo disponíveis em ambos os modelos, concretamente menos 0,3 l/100 km tanto para o Tipo Hybrid como para o 500X Hybrid.

O desempenho também sai beneficiado com a introdução das novas versões, em especial no arranque, com uma entrega praticamente instantânea do binário a partir do motor elétrico. Desta forma é atenuado o atraso na resposta do turbo e assegurada uma pronta resposta à pressão no pedal do acelerador.

A Fiat salienta ainda outras vantagens oferecidas pelo grupo propulsor híbrido que passa a equipar os modelos 500X e Tipo, nomeadamente a possibilidade de iniciar a marcha em modo 100% elétrico (de forma suave, silenciosa e sem desperdício de gasolina), e de circular também em modo puramente elétrico em curtas deslocações para a frente (sem pressão no acelerador, por exemplo num engarrafamento), ou na realização das manobras de estacionamento.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Hyundai apresenta primeiro camião a hidrogénio com condução autónoma
Segurança rodoviária: 9 peças de roupa a evitar quando se está ao volante
Projeto português cria vidro que produz eletricidade a partir da luz solar