Atualidade

Venda de carros elétricos sobe 124,6% nos primeiros dois meses de 2022

Peugeot, Tesla e Nissan ocuparam o pódio dos veículos 100% elétricos em fevereiro deste ano
Texto
Vendas de automóveis jan-fev 2022
Vendas de automóveis jan-fev 2022

A venda de carros elétricos nos meses de janeiro e fevereiro, deste ano, alcançou 2.008 veículos em Portugal, o que corresponde a um aumento de 124,6% em relação ao período homólogo de 2021. Os dados relativos a fevereiro mostram um bom crescimento, com 11.571 veículos matriculados, quase 40% acima dos valores do ano passado.

Os dados foram avançados pela ACAP (Associação Automóvel de Portugal), que acrescenta em comunicado a informação de que modelos movidos a outras energias (somando 100% elétricos, híbridos e combinados GPL/Gasolina) atingiram vendas de 8.780 veículos (uma subida de 47,3% face ao mesmo período de 2021.

Nos primeiros dois meses de 2022, o total de vendas fixou-se nos 26.263 veículos novos registados (dos quais 21.400 ligeiros), o que representa um crescimento de 13,1% (variação positiva de 16,7% se considerarmos apenas veículos ligeiros).

Os 100% elétricos mais vendidos

A Peugeot garante o primeiro lugar em toda a linha e, no que respeita aos veículos 100% elétricos matriculou, em fevereiro, 165 unidades. Abaixo no "pódio" de vendas ficou a Tesla com 113 unidades matriculadas e a Nissan com 102 veículos matriculados.

Os líderes de vendas nos ligeiros de passageiros

A Peugeot segue destacada na liderança do mercado nacional com 3.183 veículos matriculados nos primeiros dois meses (quota de mercado de 14,87%). Depois é seguida por um trio: Mercedes-Benz (1.660), BMW (1.659) e Toyota (1.601), separados por menos de 60 unidades.

Destaques deste arranque de ano para a Cupra (sobe 516%), Mitsubishi (subida de 280,6%) e Dacia (a subir 91,4%). Menos positivo está a ser o arranque da Honda e DS (respetivamente com -54% e -37%). Nas marcas de luxo de realçar a matriculação de 13 Maserati (subida de 116,7%), 13 Bentley (subida de 225%) e 9 Aston Martin (sobe 125%).

Ainda assim estes dados precisam de ser celebrados com bastante prudência, pois, como vinca a ACAP o mês de fevereiro de 2022 representa, na verdade, uma quebra de 42,9% se compararmos com o ano de 2020.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Cemitérios a produzir energia solar? Projeto está a nascer em Espanha
Hyundai apresenta primeiro camião a hidrogénio com condução autónoma
Segurança rodoviária: 9 peças de roupa a evitar quando se está ao volante