Atualidade

Vapes descartáveis em risco: França proíbe cigarros eletrónicos

Saúde e ambiente são dois fatores que podem levar o governo francês a tomar a decisão de proibir cigarros eletrónicos
Texto
Cigarros eletrónicos (foto: Prostooleh/Freepik)
Cigarros eletrónicos (foto: Prostooleh/Freepik)

Cigarros eletrónicos ou vapes descartáveis nunca foram considerados muito consensuais no que respeita aos malefícios para a saúde e impacto no ambiente, mas agora em França as autoridades parecem querer colocar um travão nestes populares dispositivos "substitutos" dos cigarros de nicotina convencionais.

Os cigarros eletrónicos não são apenas um problema para a saúde e ao longo dos últimos anos várias associações ambientalistas têm-se mostrado críticas com estes aparelhos, já que são alimentados por uma bateria de lítio e não tem associado qualquer programa de reciclagem.

O Governo francês pretende mudar o estado das coisas e depois de constatar que o consumo aumentou, tenciona proibir os cigarros eletrónicos descartáveis, que considera constituírem uma porta de entrada ao hábito nos jovens e que em não raras vezes acabam por levar ao consumo de outro tipo de cigarros.

Em entrevista emitida na semana passada na RTL, a primeira-ministra, Élisabeth Borne, justificou a medida afirmando que os cigarros dão maus hábitos aos jovens. “Pode dizer-se que não há nicotina, mas é um reflexo e um gesto ao qual os jovens de habituam. É assim que começam a fumar”.

A primeira-ministra, que anunciou a apresentação próxima de um plano nacional contra o tabagismo, lamentou que o consumo tenha aumentado e insistiu que causa "75 mil mortos por ano", um número “enorme”.

Recordou que os impostos sobre o tabaco, que aumentaram este ano, não voltarão a subir brevemente, sublinhando: “Isso não quer dizer que não estejamos muito atentos” ao consumo.

Em 30 de abril, um coletivo de médicos especialistas em tabagismo e defensor do meio ambiente lançou uma petição pela proibição dos cigarros eletrónicos descartáveis, que chegaram ao mercado francês em 2021, porque, além das consequências na saúde, representam um sério problema para o ambiente, já que contêm materiais plásticos e uma bateria de lítio.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
5 dicas para usares tecnologia de forma ambientalmente responsável
Estes painéis solares de cor terracota são discretos e quase desaparecem no telhado
Primavera sem andorinhas? Número destas aves está em declínio