Atualidade

Guerra na Ucrânia: Toyota encerra fábrica em São Petersburgo na Rússia

Com produção suspensa desde 4 de março a fábrica automóvel da Toyota na Rússia vai encerrar em definitivo
Texto
Fábrica Toyota em São Petersburgo, Rússia (Fotos: Oficiais)
Fábrica Toyota em São Petersburgo, Rússia (Fotos: Oficiais)

A Toyota Motor acaba de anunciar o fim definitivo da produção na fábrica automóvel que mantinha desde 2007 em São Petersburgo, na Rússia. Esta unidade já tinha a atividade suspensa desde 4 de março devido à Guerra na Ucrânia.

As consequências da invasão russa à Ucrânia têm sido particularmente sentidas pelos construtores automóveis, em especial no que respeita aos problemas de abastecimento e sanções impostas à Rússia. Não é por isso de estranhar que a Toyota tenha sido obrigada a tomar esta difícil decisão.

SUV Toyota RAV4 à porta da Toyota Motor St. Petersburg (Foto: Oficial)

Em comunicado de imprensa a Toyota revela que “após seis meses não fomos capazes de retomar as atividades normais e não vemos qualquer indicação de que seremos capazes no futuro”.

Esta decisão junta-se à suspensão das importações para o território russo que tem estado a ter forte impacto para o construtor japonês.

Fábrica Toyota Motor em S. Petersburg, Rússia (Foto: Oficial)

A empresa assegura que irá ajudar os trabalhadores, que serão despedidos, a encontrar outros empregos, bem como na reconversão e no bem-estar, incluindo com assistência financeira.

A Toyota tem 168 pontos de venda e assistência na Rússia e a fábrica tinha capacidade para produzir 100 mil veículos por ano (SUV Toyota Rav4 e familiar Toyota Camry).

É mais um rude golpe para o mercado automóvel russo.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Cortiça portuguesa no interior dos elétricos Mobilize
Autocarro português a hidrogénio está a chegar à Europa
Maior central híbrida solar e hidroelétrica de África está a nascer no Gana