Atualidade

Apple, Google, Ford e Harley-Davidson deixaram de produzir e vender para a Rússia

A invasão da Ucrânia pela Rússia continua a gerar movimentos de solidariedade, mas também sanções económicas fortes
Texto
Apple, Google, Ford e Harley-Davidson deixam de vender à Rússia
Apple, Google, Ford e Harley-Davidson deixam de vender à Rússia

Algumas das marcas americanas mais importantes, desde os gigantes tecnológicos Apple e Google, até à marca automóvel Ford e de motociclos Harley-Davidson, anunciaram nas últimas horas que pararam a produção e vendas de quaisquer produtos à Rússia.

A invasão da Ucrânia por parte da Rússia é apontada como motivo para que as sanções destas empresas tenham sido anunciadas.

Em comunicado a Apple informou que parou a venda de iPhone e outros produtos à Rússia, a Alphabet, proprietária da Google, retirou os media estatais russos da plataforma Google News e suspendeu todos os pagamentos a empresas que operam com Google Ads a partir da Rússia.

Da parte da Ford a ordem de suspensão foi dada ao parceiro russo JV Partners que deixa de produzir para a marca da oval azul.

A Harley-Davidson suspendeu todo o negócio e cancelou todas as encomendas de produtos e motas.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Há um novo microcarro elétrico para a cidade que estica e encolhe
Descobre umas telhas que são na verdade pequenos painéis solares
Descobrimos marcas e lojas sustentáveis em Lisboa à boleia do elétrico 28