Atualidade

É elétrico, tem painéis solares e capta carbono: será o veículo do futuro?

Proposta criada por estudantes nasceu com o objetivo de ser o primeiro carro do mundo neutro em carbono da produção ao descarte
Texto

O veículo do futuro pode fazer muito mais pelo ambiente do que simplesmente não ter emissões quando anda na estrada. Imagina um automóvel elétrico, com painéis solares, produzido a partir de plástico reciclável e de forma a que não haja praticamente desperdício nenhum e um filtro que ajuda a limpar o ar. A prova de conceito já existe e foi criada por uma equipa de estudantes.

O Zem – acrónimo da expressão zero emission mobility ou, em português, mobilidade zero-emissões – é um veículo elétrico de aspeto desportivo desenvolvido pela equipa TU/ecomotive da Universidade de Tecnologia de Eindhoven, nos Países Baixos.

À primeira vista, poderia ser um automóvel elétrico como tantos outros, com dois lugares e uma bateria de lítio que lhe dá energia para andar. No entanto, todo o processo de criação, do conceito ao fabrico, até ao descarte do veículo quando deixar de poder andar em estrada, faz com que o Zem seja muito mais do que isso. Foi criado com o objetivo de ser o primeiro veículo do mundo neutro em carbono desde a produção até ao fim de vida útil.

Foi produzido a partir de plástico de economia circular que poderá mais tarde vir a ganhar outro fim. Além disso, cada parte do veículo foi criada com uma impressora 3D de forma a evitar desperdício de material.

Na estrada, graças a dois filtros criados pela equipa TU/ecomotive, o Zem consegue capturar até 2 kg de dióxido de carbono a cada 32 mil quilómetros percorridos. No futuro, os criadores do conceito esperam que seja possível esvaziar estes filtros em estações de serviço.

Este protótipo tem tecnologia que permite carregamento bidirecional. O que isto quer dizer é que é possível usar o veículo para dar energia a uma casa, por exemplo. Além disso, graças aos painéis solares instalados no tejadilho que estão ligados ao sistema bidirecional, o Zem funciona quase como uma power bank que armazena energia renovável.

Enquanto criavam o conceito, a equipa de estudantes da TU/ecomotive não quis só garantir uma pequena pegada ambiental durante a produção e o tempo de vida na estrada do Zem. Para se criar um veículo elétrico verdadeiramente sustentável, era essencial garantir que até o fim de vida tinha pouco impacto ambiental. Desta forma, praticamente todos os elementos do automóvel são ou recicláveis ou reutilizáveis para garantir pouca emissão de CO2.

Todos estes pequenos pormenores vão somando e fazem com que o veículo elétrico Zem consiga compensar as suas emissões de CO2.

Não foram divulgadas quaisquer informações sobre velocidade, potência ou autonomia.

O Zem poderá nunca passar de uma prova de conceito, mas poderá ser uma linha orientadora para a indústria automóvel já que mostra que é possível criar um veículo pouco poluente em todas as etapas.

(Fotos: Bart van Overbeeke e TU/ecomotive)

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
TAP encomenda dezenas de BMW enquanto recebe dinheiro do estado
Benfica vs PSG condiciona trânsito em Lisboa. Vê aqui tudo
Comboio de alta velocidade a hidrogénio arranca em Espanha em 2023