Atualidade

Portugal na frente do grupo que cumpre diretiva de Plásticos de Uso Único

Relatório coloca Portugal como um dos poucos países da UE que implementou corretamente a diretiva sobre plásticos de uso único
Texto
Plásticos de uso único (Fotomontagem: AWAY)
Plásticos de uso único (Fotomontagem: AWAY)

A União Europeia (UE) aprovou em julho de 2019 uma diretiva que regulamenta e estabelece objetivos para a redução de plásticos de uso único e Portugal é um dos países que segue em primeiro lugar como aquele que mais transpôs essa diretiva.

Portugal está à frente do grupo que inclui Chipre, Dinamarca, França, Grécia, Letónia, Luxemburgo e Suécia como melhor posicionados, de acordo com um relatório hoje divulgado pela organização europeia Rethink Plastic Alliance (RPA) e partilhado pela associação ambientalista Zero.

Esta diretiva esteve na base de algumas medidas implementadas em Portugal e foram propostas algumas bastante ambiciosas, por exemplo, em termos de redução de copos de bebidas e embalagens de plástico para take away (obrigação de disponibilização de soluções reutilizáveis a partir de 2024, redução de 80% até final de 2026 e de 90% até 2030, tendo por referência os valores de 2022), refere um comunicado da Zero, citado pela Lusa.

O grande problema em Portugal parece no entanto ser a implementação das medidas entretanto aprovadas. A Zero refere que a colocação de medidas ambiciosas em legislação não é sinónimo de as mesmas serem implementadas de forma eficaz.

Por outro lado, a associação reforça o alerta de que não se pode reduzir o número total de copos e recipientes para alimentos e ao mesmo tempo incentivar a transição para outros recipientes não necessariamente melhores do ponto de vista da saúde humana e ambiental.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Vai nascer uma mega central solar fotovoltaica no Alto Alentejo
Preço dos combustíveis desce na próxima semana 12 a 18 de dezembro
Tecnologia Nissan e-Power nos novos Qashqai e X-Trail