Atualidade

Barragem do Alqueva já recuperou toda a água que forneceu em 2022

Alqueva está agora com 76,75% da capacidade máxima, com cerca de 3180 milhões de m3 de água armazenados
Texto
Barragem do Alqueva (Foto: David Silva/Flickr)
Barragem do Alqueva (Foto: David Silva/Flickr)

Parece que as chuvas torrenciais que se fizeram sentir nas últimas semanas fizeram com que a barragem do Alqueva, no Alentejo, recuperasse toda a água que forneceu ao longo de 2022. A albufeira está agora com 76,75% da sua capacidade máxima.

Em 15 dias, houve uma subida de perto de 3,5 metros de água na barragem do Alqueva, referiu a Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva (EDIA) no Facebook.

Alqueva - AWAY
Barragem do Alqueva (Foto: Hozan Soukup/Flickr)

O Alqueva aproxima-se da cota de 148 metros e tem cerca de 3180 milhões de metros cúbicos (m3) de água armazenados. Na passada quarta-feira, 14 de dezembro, a barragem do Alqueva estava à cota de 145,72.

A albufeira já encaixou mais 600 milhões de metros cúbicos, tendo já recuperado toda a água que forneceu em 2022 para os setores da agricultura e da indústria, assim como para abastecimento público, disse à Lusa uma fonte da EDIA.

O Alqueva é o maior lago artificial da Europa, com uma área de 35 quilómetros quadrados. Tem capacidade total de armazenamento de 4150 milhões de m3, à cota de 152 metros.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Barco à vela produzido com algas e plástico reciclado inspira o futuro
Comer carne ou ser vegan? Qual a dieta com menos emissões de carbono?
Limitar o aquecimento global a 1,5ºC parece tarefa impossível diz novo estudo