Atualidade

Elon Musk afirma que China está contra o sistema de internet Starlink

Dono da Tesla e da SpaceX afirma saber que o governo chinês está contra o que fez na Ucrânia e que este irá bloquear o Starlink
Texto
Starlink de Elon Musk (Foto: Direitos Reservados)
Starlink de Elon Musk (Foto: Direitos Reservados)

O governo chinês está contra a disponibilização no país do serviço de internet por satélite da Starlink de Elon Musk. A opinião foi expressa pelo CEO da Tesla e SpaceX ao Financial Times (FT)

De acordo com o FT, “Musk afirma que Pequim deixou clara a sua desaprovação relativamente à sua recente implantação do Starlink, o sistema de comunicações via satélite da SpaceX, na Ucrânia para ajudar os militares a contornar o corte da internet na Rússia”.

Elon Musk está mesmo convencido de que “Pequim procurou obter garantias de que não iria comercializar a Starlink na China". Se o empresário americano, também presidente executivo do construtor automóvel Tesla, vai ou não ao encontro das pretensões do governo chinês é ainda uma incógnita.

Elon Musk (foto: Patrick Pleul/ AP)

Recorde-se que, recentemente, Elon Musk mostrou vontade em disponibilizar serviço de internet ao povo iraniano (ver aqui notícia CNN Portugal), no seguimento dos protestos que tem ocorrido pela morte da jovem Mahsa Amini às mãos da polícia e a consequente repressão do estado.

Tal como já o fez junto do povo ucraniano e agora também iraniano, Musk pode muito bem vir a tentar contornar os bloqueios vindos da China ao seu serviço de internet. A situação neste país, no entanto, assume contornos bem mais delicados para o empresário, já que é daí que provêm mais de 20 por cento das receitas da sua Tesla.

 

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Sabias que 1 em cada 4 EV utilizam baterias da Coreia do Sul?
Preço da gasolina e do gasóleo desce na próxima segunda-feira. Vê aqui
Autocarro português a hidrogénio está a chegar à Europa