Mobilidade

Bateram-te no carro e fugiram? Com a matrícula podes descobrir a seguradora

Quando te baterem no carro, não desesperes. Vê aqui a importância da matrícula e mais 4 conselhos úteis
Acidente de automóvel (Foto: Pexels)
Acidente de automóvel (Foto: Pexels)

Matrículas. Vamos explicar-te a importância que podem ter as matrículas num cenário de incidente com o teu carro, quer estejas apenas estacionado ou em viagem com o teu carro.

Férias, calor e um solzinho maravilhoso. Tudo convida a viagens e destinos para relembrar. Mas este cenário quase perfeito também tem por vezes acidentes ou incidentes indesejadosMuito trânsito, filas e estacionamentos apertados em zona de praia são normalmente sinónimos de pequenos toques e acidentes entre veículos.

Quando as pessoas são corretas e é tudo feito presencialmente, então tudo corre bem, declaração amigável e está resolvido. Quando as pessoas são honestas, até porque pequenos toques de carroçaria podem acontecer a qualquer um, mesmo que não esteja lá o proprietário, deixam um cartãozinho, pedem desculpa e deixam contacto.

Antes de mais, manter a calma e registar toda a ocorrência

Mas… e quando te batem no carro e fogem descaradamente?

Pois bem. No meio da má notícia, temos boas notícias! Se souberes a matrícula ou conseguires que alguém tenha visto o sucedido e consiga saber a matrícula do veículo que causou danos no teu, tens uma parte do problema resolvido.

A Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões (ASF) tem um serviço online que podes utilizar de forma gratuita.

Chama-se Portal do Consumidor e é aí que podes “verificar seguro através da matrícula”

Colocas a matrícula do veículo que pretendes saber a seguradora e se o carro tiver o seguro obrigatório, surge o nome da seguradora que poderás contactar e registar a ocorrência enviando a declaração amigável (sim, deves fazê-lo mesmo sem dados do infrator).

Já agora se não te surgir nenhuma resposta podes contactar a ASF e as autoridades policiais porque nesse caso podes estar perante um outro tipo de caso de polícia.

Não importa a extensão dos danos, mas documenta tudo em imagem

4 dicas para quando te batem no carro e fogem

  • Não te esqueças de chamar a polícia de trânsito. Liga, explica o ocorrido, pede para tomarem conta da ocorrência de forma formal e aconselha-te se deves fazer uma queixa contra desconhecido.
  • Não saias do local sem chegar as autoridades. Sinaliza o acidente, com triângulo, em segurança e aguarda a chegada das autoridades, para poderes recolher toda a informação que irás enviar às seguradoras (à tua e à do visado).
  • Procura testemunhas. Mesmo que tenhas sido tu a ver o ocorrido procura ter várias testemunhas que possam corroborar o que viste. Insiste com as pessoas em redor porque na próxima vez pode acontecer a uma delas…
  • Regista tudo em foto. Com o teu carro sinalizado e em segurança procura registar tudo, os danos no local, a zona onde ocorreu e todos os pormenores contam. Lembra-te que os telemóveis podem guardar na foto a informação de hora e local da foto, para prova futura.
Continuar a ler
Home
Combustíveis: gasóleo vai finalmente descer na próxima segunda-feira
Supervan desportiva de entregas rápidas com 1.470 kW
Carros elétricos usados. Uma boa opção? O que ter em conta?