Atualidade

Novo banco europeu de hidrogénio acelera investimentos no mercado europeu

Investimento de 3 mil milhões de euros vai permitir ajudar a construir um futuro mercado de hidrogénio
Texto
Comissão Europeia reunida em Estrasburgo (Foto: Jean-François Badias/AP)
Comissão Europeia reunida em Estrasburgo (Foto: Jean-François Badias/AP)

Hidrogénio é cada vez mais considerado uma das opções de futuro em termos energéticos e a Comissão Europeia anunciou hoje, pela voz da presidente Ursula Von der Leyen a criação de um novo banco europeu de hidrogénio para fomentar investimentos no setor e torná-lo um mercado de massa.

O novo banco europeu de hidrogénio está orçado em três mil milhões de euros e de acordo com o anunciado irá “garantir o fornecimento de hidrogénio utilizando o dinheiro do Fundo de Inovação”.

É necessário passar de um mercado de nicho para um mercado de massa para o hidrogénio – refere Von der Leyen.

O objetivo do banco europeu de hidrogénio passa por apoiar a transição energética, reduzir a dependência do petróleo e ao mesmo tempo mudar completamente a inovação na Europa.

Citada pela Lusa, a presidente da Comissão Europeia, assegura que este novo banco europeu de hidrogénio irá permitir construir a economia do futuro: “é o pacto ecológico verde”, adiantou.

A Comissão Europeia quer produzir 10 milhões de toneladas de hidrogénio renovável até 2030 e é desta forma (com o banco europeu de hidrogénio) que se irá auxiliar a criar um novo mercado de hidrogénio para preencher a lacuna de investimento e para corresponder à oferta e procura para o futuro.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
TAP encomenda dezenas de BMW enquanto recebe dinheiro do estado
Benfica vs PSG condiciona trânsito em Lisboa. Vê aqui tudo
Comboio de alta velocidade a hidrogénio arranca em Espanha em 2023