Atualidade

Mais uma greve na travessia do Tejo interrompe ligações para Lisboa

Greve parcial da Transtejo irá parar serviço durante três horas no início da manhã e o mesmo período no final da tarde, até à próxima sexta-feira
Texto
Transtejo e Soflusa (Fotos: Flickr)
Transtejo e Soflusa (Fotos: Flickr)

A greve parcial dos trabalhadores da Transtejo irá afetar as ligações entre a margem sul e Lisboa até à próxima sexta-feira. Estão programadas várias paragens e supressões de ligações.

A travessia Cacilhas, Seixal e Montijo para Lisboa irá estar com interrupção de serviço até às 11h00 e irá fazer-se sentir entre esta quarta-feira, dia 17 e a próxima sexta-feira dia 19 de agosto.

Esta greve iniciou-se no passado dia 8 de agosto e, de acordo com informações da Lusa tem afetado as ligações entre as 06h10 a partir do Seixal, 05h20 de Cacilhas, 06h00 do Montijo e 06h42 no caso da Trafaria, para Lisboa. A paragem dura 3 horas de manhã (correspondente a 3 horas por turno) e o mesmo período no final da tarde.

De acordo com dirigentes da Fectrans, em declarações reproduzidas pela Lusa, esta greve está a decorrer devido “a administração/Governo não ter iniciado um efetivo processo de negociação, de modo a discutir as reivindicações sindicais, das quais, além da valorização salarial, consta a melhoria do serviço público”.

Como não foram decretados serviços mínimos por parte do Governo a Transtejo adianta no site que a realização, ou não, de carreiras de ligação entre as duas margens, estará dependente da adesão à greve nos próximos dias.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
TAP encomenda dezenas de BMW enquanto recebe dinheiro do estado
Benfica vs PSG condiciona trânsito em Lisboa. Vê aqui tudo
Comboio de alta velocidade a hidrogénio arranca em Espanha em 2023