Atualidade

Greta Thunberg acusa políticos suecos de ignorarem a crise climática

Os políticos parecem estar a tratar o clima e as alterações climáticas como um problema distante
Texto
Greta Thunberg (Foto: Joel C. Ryan/Invision/AP)
Greta Thunberg (Foto: Joel C. Ryan/Invision/AP)

A Suécia tem eleições legislativas no próximo dia 11 de setembro e a agenda dos políticos locais parece não estar a dar a devida atenção à crise climática. A acusação é da ativista ambiental Greta Thunberg que considera este um problema de vida ou morte.

A guerra na Ucrânia e a crise energética subsequente dominam as atenções e títulos noticiosos, num momento em que os riscos de subida de inflação são uma realidade também nos países nórdicos. E estas são questões que afastam o debate do clima.

Também os recentes ataques de gangs associados a problemas de migrantes são outro importante um foco de atenção que não tem deixado margem para outras discussões como os problemas ambientais.

Greta Thunberg protestou na passada sexta-feira junto ao parlamento sueco e à Reuters declarou “as alterações climáticas parecem ser um problema inexistente, os políticos têm estado focados em outras coisas”.

“Os media escolheram não mencionar que grande parte das crises que hoje enfrentamos estão todas interligadas” – disse Thunberg

“Vejam o Paquistão como um exemplo. Parece que só nos focamos nos problemas climáticos quando temos tempo livre para o fazer” – referiu Greta Thunberg aludindo ao facto de cheias históricas, provocadas por chuvas fortes e por degelo de glaciares nas montanhas, terem afetado mais de 33 milhões de pessoas e morto cerca de 1300 pessoas, incluindo mais de 450 crianças.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Radares PSP. Todas as localizações para o mês de outubro
Preço dos combustíveis vai subir para a próxima semana. A nossa previsão aqui
Eletricidade e gás ficam mais caros dia 1 de outubro