Sustentabilidade

70 anos depois, chitas voltam a pisar solo da Índia

20 chitas foram enviadas para a Índia como parte de um projeto que quer restabelecer o animal no país
Texto

Há 70 anos, as chitas desapareceram da Índia. Mas agora, o país está a tentar restabelecer a espécie no seu território, tendo recebido 20 animais do sul de África. Duas delas não sobreviveram, mas as restantes parecem estar a ambientar-se bem à nova casa.

As chitas têm estado no Parque Nacional de Kuno, e uma fêmea e um macho morreram este ano depois de terem desenvolvido doenças. Os restantes animais estão a ser monitorizados e parecem estar bem de saúde, tendo comportamentos considerados naturais.

Chitas - AWAY
Chita do projeto de reintrodução da espécie na Índia (foto: Denis Farrell/AP)

A viagem das chitas para o país asiático aconteceu em setembro de 2022 e fevereiro deste ano e é um esforço do primeiro-ministro Narendra Modi para trazer a espécie de volta à Índia. Ainda assim, o projeto não está a acontecer sem críticas.

De acordo com a Reuters, alguns conservacionistas acreditam que esta tentativa de restabelecimento é um projeto de vaidade. Isto porque as chitas africanas não são nativas do sul da Ásia, sendo apenas semelhante à subespécie asiática que agora só é encontrada no Irão.

Em comunicado, o primeiro-ministro referiu que é normal que um projeto desta magnitude tenha os seus desafios, salientando ainda que esta é a “primeira reintrodução intercontinental de uma espécie carnívora grande e selvagem, não havendo termo de comparação na história”.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Cemitérios a produzir energia solar? Projeto está a nascer em Espanha
Hyundai apresenta primeiro camião a hidrogénio com condução autónoma
Segurança rodoviária: 9 peças de roupa a evitar quando se está ao volante