Sustentabilidade

Nestlé Portugal celebra 100 anos e planta uma árvore por cada colaborador

Ação de plantação de árvores no Parque Sintra-Cascais dá início às celebrações do centenário da Nestlé em Portugal
Texto

A Nestlé celebra em 2023 o seu centenário de presença em Portugal e para dar início às celebrações da efeméride realizou uma ação de sustentabilidade ambiental com a plantação de árvores no Parque Natural de Sintra-Cascais (PNSC), Património Mundial da Unesco.

Os 100 anos da presença da Nestlé Portugal serão oficialmente assinalados no próximo dia 10 de março de 2023, mas várias gerações de colaboradores (reformados e no ativo) com os respetivos filhos, dirigiram-se à Quinta do Pisão, um espaço integrado no PNSC, para a plantação de uma árvore.

Este é apenas o primeiro momento de um ano cheio de celebrações com todos os nossos stakeholders: os consumidores, mas também os parceiros de negócio, porque este tem sido um caminho feito com todos e que assim continuará para o futuro.”, afirma Anna Lenz da Nestlé Portugal

Esta ação terá como objetivo final a plantação de uma árvore por cada colaborador de qualquer uma das estruturas da Nestlé em Portugal.

A empresa quer assim deixar mais um legado, neste caso ambiental, com o objetivo de reforçar a ambição de atingir a neutralidade carbónica até 2050.

Estamos em conjunto, a pôr em prática medidas que melhoram a biodiversidade e mitigam efetivamente os efeitos das alterações climáticas” – realçou Luis A. Capitão, da Cascais Ambiente

A plantação de árvores da espécie Carvalho Cerquinho ocupará uma área de três hectares no parque gerido pela Cascais Ambiente e contou com a adesão ao programa Oxigénio, que permite que qualquer pessoa individual ou coletiva possa dar o seu contributo à reflorestação da serra.

A ação contou com a presença da Diretora-Geral da Nestlé Portugal, Anna Lenz e do responsável pela Cascais Ambiente, Luis Almeida Capitão.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Aquecimento global pode afetar 3,6 mil milhões de pessoas
O futuro da mobilidade elétrica pode ser um bilugar bem radical
7 dicas para combater a humidade e bolor em casa