Sustentabilidade

Governo volta a prometer neutralidade carbónica até 2050

Plano de Recuperação e Resiliência prevê investimentos para transformação da paisagem no valor de 270 milhões de euros
Portugal quer neutralidade carbónica até 2050
Portugal quer neutralidade carbónica até 2050

O Governo voltou a frisar que mantém o compromisso de atingir a neutralidade carbónica até 2050, promovendo a redução das emissões em pelo menos 85%. O anúncio foi feito pelo secretário de Estado da Conservação da Natureza e Florestas, João Paulo Catarino, no encerramento da conferência Compromisso Floresta 2030, em Coimbra.

Para atingir a neutralidade carbónica no prazo estipulado, o governante referiu que será necessário reforçar a capacidade de sequestro de carbono através do solo e florestas até aos 13 milhões de toneladas de carbono por ano. Para tal, será necessário reduzir as áreas ardidas em 60%.

João Paulo Catarino (Foto: António Cotrim/Lusa)

João Paulo Catarino assumiu também que a prioridade passa por renovar as paisagens e os espaços rurais, de forma a conseguirem transformar a floresta portuguesa.

Ao longo da sua intervenção, o secretário de Estado da Conservação da Natureza e Florestas destacou ainda que o Plano de Recuperação e Resiliência prevê investimentos associados à reforma da transformação da paisagem no valor de 270 milhões de euros e de 136 milhões de euros para a prevenção de fogos rurais.

No entanto, não tem dúvidas que, para que esta transformação seja possível, “é indispensável a adesão dos proprietários a um modelo de gestão coletiva, assim como a mobilização das autarquias”.

O secretário de Estado da Conservação da Natureza e Florestas garantiu que o Governo pretende que a floresta esteja suportada em mercados dinâmicos e incentivadores de rendimento sustentado para todos os atores económicos.

Portugal foi dos primeiros países do mundo a comprometer-se com a neutralidade carbónica até 2050, tendo em 2021 aprovado a Lei de Bases do Clima que admitia a possibilidade de se conseguir a neutralidade carbónica em 2045.

(Fotos: Unsplash)

Continuar a ler
Home
Novos radares em Lisboa dia 01 de junho. Sabe aqui onde estão
Cuidado com o calor. Vêm aí máximas de 35 graus!
Sabias que há cidades que podem contribuir para a tua saúde?