Sustentabilidade

Temperaturas vão subir e DGS faz recomendações para se lidar com o calor

DGS partilhou recomendações à população mais vulnerável, e não só, tendo em consideração as temperaturas de hoje e sábado
Recomendações DGS para o calor (Foto: Unsplash)
Recomendações DGS para o calor (Foto: Unsplash)

O calor chegou e as temperaturas vão subir até sábado. Face a esta previsão de aumento gradual dos termómetros, a Direção-Geral da Saúde (DGS) recomenda especial atenção ao mais vulneráveis ao calor, como crianças, idosos, doentes crónicos e grávidas.

Numa mensagem divulgada no seu site, a DGS recomenda que os doentes crónicos ou sujeitos a medicação e/ou dietas específicas sigam as recomendações do médico assistente ou da linha SNS24 e aconselha o contacto e acompanhamento de idosos e outras pessoas que vivam isoladas, garantindo a hidratação e permanência em ambiente fresco.

As crianças devem beber água ou sumo de fruta natural para se manterem hidratados e permanecer em zonas frescas e arejadas. Fica também o alerta de que bebés até aos seis meses não devem ser sujeitos a exposição solar direta ou mesmo indireta.

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), o dia mais quente será sábado, com temperaturas a variar entre os 25 e os 35 graus na generalidade do território, havendo a possibilidade de se chegar aos 38 graus nas regiões dos vales do Guadiana, Tejo e Douro.

O IPMA alerta que estes valores da temperatura estão acima do normal para esta época do ano na ordem dos três a 10 graus.

Para domingo, a previsão aponta para uma descida significativa da temperatura máxima.

Cuidados para os dias de calor

Tendo em consideração as revisões do IPMA para um aumento de temperatura hoje, sexta-feira, e sábado, havendo zonas em que as temperaturas vão atingir os 38ºC, a DGS deixa alguns conselhos à população em geral:

  • Entre as 11h e as 17h, evitar exercício físico no exterior e exposição solar direta;
  • Usar protetor solar durante o dia com fator igual ou superior a 30 e reaplica-lo de duas em duas horas ou após banhos no mar e piscina;
  • Utilizar roupa solta, opaca e que cubra grande parte do corpo;
  • Usar sempre chapéu e óculos de sol com proteção ultravioleta;
  • Procurar ambientes frescos, arejados ou climatizados;
  • Ingerir muita água ou sumos naturais sem açúcar;
  • Evitar bebidas alcoólicas.

(Fotos: Unsplash)

Continuar a ler
Home
Radares: onde vão estar instalados os controlos de velocidade da PSP em julho
Lisboa é considerada a cidade mais feliz do mundo
Painéis solares grátis? Descobre como teres acesso