Sustentabilidade

Produção de amêndoas em Portugal preocupa ambientalistas

Portugal tem cada vez mais amendoeiras, algo que pode não ser bom para o ambiente devido ao consumo de água destas árvores
Texto
Amêndoas (foto: Marcia Cripps/Unsplash)
Amêndoas (foto: Marcia Cripps/Unsplash)

Na zona do Alqueva, o amendoal está em grande crescimento. Ao todo, são mais de 24 mil hectares de amêndoa na zona regada pela barragem do Alqueva. Estes números preocupam ambientalistas que alertam que o amendoal consome o dobro da água de um olival intensivo.

Na reportagem do TVI Jornal, Pedro Hora, ambientalista da associação Zero alerta que apesar de a amêndoa ser um produto interessante, está a ocupar área que em temos foi de cereal. Além disso, o amendoal consome entre 5600 e 5700 metros cúbicos de água por hectare, enquanto um olival intensivo anda nos 2800 e expõe os solos durante o ano, algo que terá consequências a médio prazo.

Por outro lado, um dos produtores da zona alentejana explica que o que se faz é transformar água em alimento. Além disso, é feito um uso eficiente tanto da água como de outros produtos pois os preços obrigam a um controlo para que as produções sejam rentáveis.

Para ver no vídeo abaixo.

Este e outros conteúdos no TVI Player.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Comboios que levitam na linha? Empresa italiana está a testar tecnologia
Radares da PSP. É aqui que vão estar na semana de 24 a 30 de junho
Visita à fábrica da Nissan: sustentabilidade em destaque na produção do Qashqai