Atualidade

Nível de água desce nas bacias hidrográficas do sul de Portugal

Quantidade de água desceu em nove bacias hidrográficas, mas subiu em três
Texto
Bacias hidrográficas com menos água armazenada (Foto: V. Oliveira/ Flickr)
Bacias hidrográficas com menos água armazenada (Foto: V. Oliveira/ Flickr)

A quantidade de água nas bacias hidrográficas mais a sul do país desceu em maio relativamente a abril. Ainda assim, na grande maioria, os armazenamentos do mês passado são superiores às médias registadas em maios de outros anos.

De acordo com dados do Sistema Nacional de Informação dos Recursos Hídricos (SNIRH), a quantidade de água armazenada desceu em nove bacias hidrográficas, mas subiu em três comparativamente ao mês de abril.

Na bacia hidrográfica do Barlavento algarvio, a que tem menor quantidade de água reserva, houve uma descida de 22,6% em abril para 22,3% em maio. Com menos disponibilidade de água estavam também as bacias do Mira e Arade.

As bacias que apresentavam maior volume de água eram as do Mondego, Guadiana, Ave, Cávado, Oeste, Tejo, Douro, Lima e Sado.

Das 60 albufeiras monitorizadas, 36 apresentavam disponibilidades hídricas superiores a 80% do volume total e outras quatro inferiores a 40%.

O Algarve está em situação de alerta devido à seca desde 5 de fevereiro, tendo o Governo aprovado um conjunto de medidas de restrição ao consumo, nomeadamente a redução de 15% no setor urbano, incluindo o turismo, e de 25% na agricultura.

Na semana passada, o Governo anunciou o alívio das restrições impostas aos consumos de água na agricultura e no setor urbano do Algarve, incluindo o turismo, para fazer face à seca na região do Algarve.

Continuar a ler
Descobre o teu mundo.
Recebe a nossa newsletter semanal.
Home
Comboios que levitam na linha? Empresa italiana está a testar tecnologia
Radares da PSP. É aqui que vão estar na semana de 24 a 30 de junho
Visita à fábrica da Nissan: sustentabilidade em destaque na produção do Qashqai